ALUNA DA GROTA PEDE AJUDA APÓS GANHAR BOLSA NOS EUA
Publicação: 14/06/2018
Categorias: Blog
Autor: Quero Morar em Niterói

kely

Uma das jovens que iniciaram a formação musical no Espaço Cultural da Grota, na comunidade da Grota do Sururcucu, em Niterói, a violoncelista Kely Pinheiro está ameaçada de perder uma bolsa de estudos integral que ganhou em uma das melhores escolas de música do mundo: a Berklee College of Music, em Boston, nos Estados Unidos.

Mesmo sem precisar pagar pelo curso, Kely não tem recursos para custear a viagem e as despesas com moradia e alimentação nos Estados Unidos. O curso começa em setembro e tem duração de 4 anos, mas a estudante só pode aceitar a bolsa se conseguir demonstrar que tem recursos para financiar, pelo menos, o primeiro ano vivendo na cidade norte americana.

Para conseguir os recursos, foi iniciada uma campanha de doação online, por meio do portal Catarse. Kely precisa arrecadar R$ 76.294. Para contribuir com a campanha, clique aqui.

Você pode contribuir com qualquer quantia.

Leia, a seguir, o depoimento de Kely Pinheiro:

“EU GANHEI UMA BOLSA PARA ESTUDAR EM UMA DAS MELHORES ESCOLAS DE MÚSICA DO MUNDO!!

Quando recebi a carta de admissão da Berklee College of Music, gritei a plenos pulmões de tanta alegria. Já imaginou o que é ser aceita na faculdade dos seus sonhos? A felicidade ficou ainda maior quando soube que também tinha ganho a bolsa integral.

Mas quase vi meu sonho desmoronar ao saber que também precisava arrumar recursos para passagem aérea e para bancar meu custo de vida na cidade de Boston. Não me conformei de ter que abrir mão da minha conquista. Estou lutando com unhas e dentes para vencer o grande desafio que tenho pela frente. Até agosto, preciso garantir recursos para financiar a vida nos Estados Unidos, pelo menos durante meu primeiro ano de curso. E você pode me ajudar.

Talvez você se pergunte o porquê dessa mobilização ou o que você tem a ver com isso. Bem, você é brasileiro como eu e sabe o quanto nosso país desperdiça seus talentos. Por isso, te convido a se alegrar com a minha conquista como se fosse nossa. Se você compartilhar do meu sonho, poderemos investir juntos na propagação da cultura brasileira. Com o seu apoio, eu posso SIM chegar à tão almejada Berklee, na terra do Tio Sam.

Para você saber um pouco mais sobre mim, eu nasci em uma favela de Niterói (RJ). Aos 5 anos, meus pais me inscreveram no projeto social da Orquestra de Cordas da Grota, onde comecei a ter aulas de piano, violão e flauta doce. Aos 12 anos, descobri o violoncelo e passei a me dedicar exclusivamente a este instrumento.

Logo tive oportunidade de tocar em orquestras e estudar música em lugares como o Conservatório do Estado do Rio de Janeiro, a Academia Juvenil da Orquestra Petrobrás Sinfônica, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Orquestra de Câmara da FAETEC e Orquestra Sinfônica Cesgranrio.

Atualmente, sou uma violoncelista versátil. Apesar do meu grande envolvimento com a música clássica, estou intimamente ligada a outros estilos musicais, como Bossa Nova, Pop, Rock, Jazz e música folclórica escandinava. Por isso a Berklee College of Music é perfeita para mim.

Faço parcerias com músicos de estilos diversos, aventurando-me a introduzir o violoncelo num novo panorama musical. Também escrevo arranjos para orquestra de cordas, a maioria dedicados à Camerata Laranjeiras, da qual faço parte há 5 anos. Por conta dessa orquestra, consegui meu instrumento e meu primeiro contato com o Professor Gilson Schachnik, da equipe de admissão da Berklee.

O que começou como um hobby, pois nunca tive aulas de arranjo, hoje tornou-se um trabalho. Tenho até recebido convites para fazer arranjos para outros países.

“O curso na Berklee começa em Setembro e estou numa corrida contra o tempo para tornar meu sonho realidade. Sei que é difícil e caro, mas não impossível, se você acreditar junto comigo!”

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.