Em Niterói, roubos atingem o menor patamar em janeiro desde 2006
Publicação: 06/03/2020
Categorias: Blog | Notícias
Autor: Quero Morar em Niterói

Houve redução em todas as regiões: no Centro, índice foi o menor em 16 anos. No carnaval, roubo de celular caiu 81,25%

Os dados mais recentes divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) apontam uma queda acentuada no número de roubos em Niterói. A cidade registrou 369 ocorrências de crimes dessa natureza em janeiro deste ano, contra 615 anotados no mesmo mês de 2019, o que representa uma redução de 40%.

No comparativo dos dados mais recentes com os de janeiro de 2018, quando foram contabilizados 742 roubos, o indicador caiu 50,2%. O número de roubos também é o menor dos últimos 13 anos: o mês de janeiro não tem um índice tão baixo desde 2006, quando ocorreram 343 casos.

Queda em todas as regiões

Não foram apenas uma ou duas regiões que alavancaram positivamente o indicador: a redução ocorreu de forma homogênea, nas cinco delegacias da cidade. Mas a que registrou queda mais acentuada foi a 79ª DP (Jurujuba), responsável por todas as ocorrências da região de Pendotiba: lá, foram anotados 32 roubos (cerca de um por dia), contra 83 do mesmo período do ano passado, uma redução de 49,4%. A região não tinha índice tão baixo em janeiro desde 2012, quando houve 25 ocorrências.

A 81ª DP (Itaipu), que atende a Região Oceânica, teve uma baixa de 47,6% em relação a 2019. Foram 84 roubos em janeiro do ano passado, contra 44 no mesmo período deste ano, menor índice desde 2013, quando foram registradas 41 ocorrências em janeiro. Já a 78ª DP (Fonseca), que contabiliza as anotações de toda a Zona Norte — região que, historicamente, lidera os índices de violência da cidade — computou 129 ocorrências, contra 222 em 2019, o que representa queda de 42% e alça 2020 ao posto de ano com menor índice de roubos em janeiro desde 2017, quando houve 127 casos.

Na Zona Sul, atendida pela 77ª DP (Icaraí), os roubos caíram de 97 para 69, redução de 28,8% e o menor patamar desde 2005 (67 casos). Por fim, a delegacia responsável pela região central, a 76ª DP (Centro), contabilizou 95 roubos em janeiro, contra 129 no mesmo período do ano passado, 26,3% a menos. Também é o menor patamar desde 2004.

Carnaval

A cidade ainda registrou redução nos assaltos e furtos a pedestres e veículos no carnaval. Os números do Observatório da Segurança mostram que a queda foi acentuada em quase todas as modalidades, em comparação com 2019. O roubo de celulares caiu 81,25%. Roubos e furtos a pedestres tiveram redução de 52,7% e 65,3%, respectivamente. Já os roubos e furtos de veículos caíram, respectivamente, para 68,4% e 57,1%. A única taxa que se manteve foi a de furto a celulares, com 12 ocorrências em seis dias.

Fonte: O Globo

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.