Niterói amplia benefícios para artesãos, ambulantes e taxistas
Publicação: 09/04/2020
Categorias: Blog | Notícias
Autor: Quero Morar em Niterói

Mensagens executivas para contemplar categorias serão enviadas para a Câmara nesta quinta

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, anunciou nesta quarta-feira (8), durante vídeo nas redes sociais, que enviará nesta quinta-feira (9) à Câmara de Vereadores, duas mensagens executivas para incluir nos benefícios concedidos pelo Município categorias como artesãos, ambulantes que não tenham alvará na Secretaria de Fazenda e não sejam MEIs, além de um auxílio para os taxistas.

Rodrigo Neves ressaltou que a Prefeitura de Niterói segue atenta às necessidades dos niteroienses e promove ações para mitigar os impactos econômicos e sociais do novo coronavírus.

“Estive reunido com os vereadores por meio de videoconferência e o objetivo com estes projetos é ajudar essas categorias que também estão sacrificadas pelo período de isolamento social”, explica. “Quero agradecer aos 21 vereadores e reforçar que, neste momento, as diferenças partidárias estão sendo deixadas de lado com o objetivo de salvar vidas, que é o mais importante”.

O prefeito falou também sobre o número de pessoas em situação de rua que já estão acolhidos em um hotel arrendado pelo Município para cumprir o isolamento social com segurança. “Hoje chegamos a 45 pessoas neste hotel. Todos recebem alimentação e atendimento das equipes de saúde e da assistência social”, disse.

Rodrigo lembrou ainda que a Prefeitura iniciará na próxima segunda-feira (13) a entrega dos cartões para o pagamento do auxílio aos microempreendedores individuais (MEIs). Todos que fizeram a inscrição no site da Secretaria Municipal de Fazenda e possuem alvará em Niterói receberão, por três meses, um auxílio de R$ 500. Ainda é possível consultar no link fazenda.niteroi.rj.gov.br/site/beneficio-mei-consulta-cronograma-entrega/ dia, horário e local onde poderá retirar o seu cartão.

Também na próxima segunda-feira (13) será aberto o cadastramento, no site da Secretaria de Fazenda, para empresas interessadas em aderir ao Programa Empresa Cidadã de Niterói. Pelo programa, a Prefeitura de Niterói pagará um salário mínimo, pelos próximos três meses, para até nove empregados de empresas, entidades religiosas e organizações sindicais com alvará na cidade e que tenham até 19 funcionários. Espera-se, com a medida, proteger 10 mil postos de trabalho e beneficiar pelo menos 1.200 empresas. A expectativa é que no dia 5 de maio seja feito o primeiro depósito para as empresas que aderiram ao programa. Essas empresas não poderão reduzir o número de postos de trabalhos até outubro.

Outro projeto para manter a economia de Niterói de pé durante o período em vigor das medidas de isolamento social é o Fundo Niterói Supera, que vai conceder empréstimos a juro zero para micro e pequenas empresas sediadas em Niterói. Os empréstimos para capital de giro poderão variar entre R$ 25 mil e R$ 250 mil. Além disso, o pagamento poderá ser feito em até 36 meses e haverá seis meses de carência para o início dos pagamentos. A previsão é que o cadastro comece em 23 de abril.

Fonte: O Fluminense

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.