Niterói ganha primeiro centro de referência de quarentena
Publicação: 28/04/2020
Categorias: Blog | Notícias
Autor: Quero Morar em Niterói

Niterói vai ganhar seu primeiro centro de referência de quarentena. O espaço entrará em funcionamento no Ciep Esther Botelho Orestes, no Cantagalo, e deve ser inaugurado nos próximos dias. Anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo Neves durante o vídeo ao vivo nas redes sociais da Prefeitura na noite de segunda-feira (27). O prefeito enfatizou que esta é mais uma ação no combate ao avanço do novo coronavírus, que será somada à sanitização das comunidades e ruas da cidade, à distribuição gratuita de máscaras e à entrega de 80 mil kits de higiene e limpeza, que deverá ser concluída nesta quinta-feira.

“Diferentemente do que está acontecendo no Rio e na Região Metropolitana, em Niterói ainda não tivemos óbitos em comunidades e registramos poucos casos confirmados nessas áreas mais adensadas. Isso é o reflexo dessas medidas, da conscientização sobre o isolamento social e, também, do uso das máscaras que estamos distribuindo”, disse.

O prefeito destacou, ainda, que o centro de referência de quarentena, que funcionará no Ciep que já havia sido completamente reformado pelo Município, será adaptado para receber as pessoas que moram em comunidades e não têm condições de cumprir o isolamento social sem colocar em risco pessoas que moram na mesma casa. A unidade contará com enfermeiros, psicólogos, nutricionistas entre outros profissionais.

“Com estes espaços adaptados e junto à testagem massiva, vamos identificar nas comunidades e regiões mais adensadas pessoas com sintomas mais leves. Aquelas com resultado positivo para Covid-19, serão recomendadas ao isolamento. No entanto, muitas das vezes, essas pessoas, diferentemente da classe média e média alta, não terão como cumprir o isolamento em suas casas dentro das comunidades, então serão levadas para o centro de quarentena, para fazerem o isolamento com segurança. Após um período de 14 dias, elas poderão retornar para as suas casas e suas famílias, sem risco”, explicou.

 

Fonte: O Fluminense

 

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.