O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, se reuniu na tarde desta quinta-feira (25), com o reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, para tratar da retomada de três projetos desenvolvidos em parceria entre o Município e a instituição: a obra de reforma do Instituto de Artes e Comunicação Social (IACS), o projeto do Cinema Icaraí e um amplo programa de pesquisa e desenvolvimento a partir de um processo seletivo de 78 projetos relacionados ao plano estratégico de Niterói.

O prefeito Rodrigo Neves destacou que é preciso manter o foco no controle da pandemia, mas também retomar as atividades dentro do conceito do novo normal.

“São projetos de investimentos expressivos, que são importantes para a UFF, para a Prefeitura, mas, sobretudo, são importantes para Niterói e para o desenvolvimento e futuro da cidade”, enfatizou o prefeito. “Estamos enfrentando a maior crise da história da nossa geração e é muito importante que a universidade e a prefeitura estejam juntas, enfrentando esses cenários adversos. Essa cooperação tem um efeito multiplicador positivo extraordinário”, reforçou.

ara o reitor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, esta parceria para a UFF é fundamental uma vez que representa a universidade se colocando a serviço dos cidadãos de Niterói.

“Isso só é possível pela visão estratégica da gestão do prefeito, que acredita que a ciência é um instrumento importante de desenvolvimento social e econômico. Nós ficamos muito orgulhosos de poder ter essa parceria com a Prefeitura que, além de seu próprio mandato pensa na cidade, nas pessoas, nos projetos estratégicos como o IACS e o cinema Icaraí, que representam não só um ganho para a UFF, mas também para ajudar o município a manter sua liderança em economia criativa, elemento importante de recuperação econômica no pós-crise com o novo normal”, disse o reitor.

A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, reforçou a importância desta parceria para o desenvolvimento da cidade.

“Esse encontro revela que a parceria entre a Prefeitura de Niterói e a Universidade Federal Fluminense continua forte, mesmo em um momento de grandes despesas por conta da pandemia. É uma união estratégica para a cidade e vai seguir avançando”, afirmou a secretária.

A secretária municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, também destacou o papel destas iniciativas para a cidade por meio desta parceria com a UFF, uma das maiores universidades federais do país.

“A parceria entre o poder público e a universidade é fundamental para o desenvolvimento social, econômico e cultural da cidade, e essa premissa é ainda mais relevante em Niterói pela importância e papel desempenhado pela UFF. Por isso, construímos uma parceria abrangente, alinhada aos objetivos definidos no planejamento estratégico de Niterói e que compreende o lugar estratégico do IACS como motor de produção cultural e audiovisual da cidade”.

A diretora do IACS, professora Flávia Clemente de Souza, lembrou que o instituto foi fundado em 1968 e tem grande representatividade para a cidade tendo formado várias gerações.

“Neste momento, contamos com a Prefeitura como grande parceria para realizar um sonho de mais de 30 anos. A retomada das obras é de fundamental importância para a comunidade. É muito importante ter um gestor à frente da Prefeitura que entenda o valor da educação não só como processo formal, mas como processo de transformação social. E, mesmo neste momento tão complexo, não foi deixado de lado a importância de investir neste tipo de iniciativa. É um projeto realmente necessário do ponto de vista da infraestrutura e o que trazemos de contribuição é colocar de volta para a cidade todo esse capital em áreas do futuro como audiovisual, cinema e comunicação, que são importantes para o futuro de todos”, destacou.

IACS – O projeto do novo prédio, elaborado pela comunidade do IACS, foi mantido para a construção de onze edifícios interligados com bibliotecas, laboratórios, salas de aulas e espaço de convivência. No bloco que será construído ficarão abrigados os cursos de Graduação em Arquivologia, Artes, Biblioteconomia e Documentação, Cinema e Audiovisual, Comunicação Social, Estudos de Mídia, Jornalismo, Produção Cultural, e de Pós-Graduação em Ciências da Informação, Cinema e Audiovisual, Comunicação, Cultura e Territorialidades, Mídia e Cotidiano e Estudos Contemporâneos das Artes.

Clique aqui para imprimir