Um dos maiores hitmakers do Brasil, Michael Sullivan se apresenta neste sábado em Niterói
Publicação: 11/01/2020
Categorias: Agenda Cultural | Blog
Autor: Quero Morar em Niterói

Sucessos que marcaram época

Michael Sullivan, um dos compositores mais gravados no Brasil, traz neste sábado (11) seu novo show para a Sala Nelson Pereira do Santos, em São Domingos, às 20h.

“My Life, o Show – Retratos e Canções de Michael Sullivan” mistura canções como “Leva”, “Estranha Loucura”, “Talismã” e “Dois”; faz releituras de clássicos como “Primavera”, “Você”, “Maluco Beleza” e “Descobridor dos Sete Mares”, sem esquecer a composição campeã de fãs, “Whisky A Go Go”.

O cantor também fará uma sequência de músicas consagradas do mundo infantil em arranjos que misturam disco, soul e rock.

“Na verdade, desejo devolver para o público tudo o que construímos juntos. Esse show é uma turnê que seguirá em 2020 para cantar e contar nossas memórias e construir nosso futuro na alegria da esperança a partir de agora”, diz Michael.

Segundo o compositor, as melhores coisas em sua vida foram colhidas em Niterói. Sua expectativa para a noite é de encontrar nesse público o melhor coral que já ouviu.

“Niterói sempre me deu muitas coisas. Minha primeira composição que fiz na vida foi “My Life”, composta em Niterói. Minha esposa, Anayle Sullivan, é de Niterói, nascida e crescida e criada em Camboinhas”, pontua Sullivan.

O compositor esteve nas paradas de sucesso de 60 países de 5 continentes, e em 2019 ingressou no Latin Songwrites Hall of Fame, a maior premiação para os compositores da América do Norte, América do Sul e a Península Ibérica.

Como músico e cantor, fez parte dos grupos de rock brasileiro Renato e seus Blue Caps e The Fevers. Cerca de duas mil composições suas foram gravadas e estiveram no top 100 das paradas brasileiras nos últimos 30 anos.

Entre 1979 e 1994, em parceria com Paulo Massadas, produziu 350 sucessos infantis. Dentre eles, “Lua de Cristal”, “Brincar de Índio”, “Uni-Duni-Te”, “Thundercats” e “He-Man”.

“Ser não é ter, nem mesmo os números, os recordes, os prêmios, as duas mil composições gravadas não me rotulam, e não refletem o que sou. Ser, é viver sendo, fazendo, contribuindo, compartilhando, até que haja vida”, conclui.

A Sala Nelson Pereira dos Santos fica no Reserva Cultural, na Avenida Visconde do Rio Branco, 880 – São Domingos, Niterói. Sábado (11), às 20h. Preço: R$ 60 (inteira).

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.