Niterói se destaca em ranking de saneamento
Publicação: 26/03/2022
Categorias: Curiosidades
Autor: Quero Morar em Niterói

Por mais um ano consecutivo, Niterói se consolida na primeira colocação entre os municípios do Estado do Rio de Janeiro no ranking de saneamento do Instituto Trata Brasil. O levantamento que avalia as 100 maiores cidades brasileiras foi divulgado nesta terça-feira (22). Nos últimos anos, Niterói realizou avançou em políticas públicas nessa área, alcançando índices positivos como 100% de abastecimento de água, 97% de oferta de rede para coleta de tratamento de esgoto e mais de 50% de área preservada, além de ser a segunda melhor cidade do país em limpeza urbana de acordo com o Índice de Sustentabilidade de Limpeza Urbana.

O ranking do saneamento básico aborda os novos indicadores de água e esgoto, além de dados sobre perdas de água, investimentos, operadoras e tarifa média das 100 maiores cidades do país. O estudo foi elaborado com base nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), que são anunciados todo ano pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, reunindo as informações fornecidas pelas empresas prestadoras dos serviços de água e esgoto dessas cidades.

“Esse ano o Instituto Trata Brasil se baseia no SNIS de 2020, que já conta com o nosso Plano de Saneamento. Niterói ocupa a primeira posição do Estado do Rio há mais de dez anos e estamos próximos de atingir a universalização. Agora é trabalhar na manutenção e chegar aos 100% de oferta de rede”, comentou a secretária municipal de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa.

O secretário de Meio Ambiente de Niterói, Rafael Robertson, citou que o relatório demonstra o compromisso da cidade em garantir a universalização do acesso a água e esgoto, sendo por mais um ano, ranqueada como a melhor no Estado do Rio de Janeiro. Rafael Robertson reforça que a implementação e o investimento no programa Ligado na Rede estão sendo importantes para a posição que Niterói vem ocupando no ranking. De acordo com ele, desde 2021 já foram vistoriadas mais de 2500 residências para garantir se estão efetivamente conectadas à rede de esgoto.

“O Instituto Trata Brasil é importante nos avanços do saneamento básico e na proteção dos recursos hídricos do país, realizando papel de destaque na conscientização de atores e na formulação de propostas de políticas públicas, relacionando o saneamento à saúde. Niterói vem seguindo uma política em que o saneamento é uma das prioridades na Secretaria de Meio Ambiente, a fim de garantir a preservação e a conservação dos nossos recursos hídricos e a melhora na qualidade de vida da população. Vamos continuar investindo e seguindo nessa linha”, afirmou o secretário.

Saneamento básico – Quando a concessionária Águas de Niterói assumiu os serviços de saneamento básico no município, em 1999, a água só chegava a 72% da população. Atualmente, este índice é de 100%. Na parte de coleta e tratamento de esgoto, a cidade saltou de 35%, em 1999, para os atuais 95,5% Essas conquistas são resultado de boa gestão e investimentos como a expansão da rede de abastecimento de água e implantação de novas unidades de bombeamento, devido ao crescimento populacional e ao aumento de demanda, e a implantação de novas Estações Elevatórias de Esgoto (EEE).

“Apesar dos impactos consequentes da pandemia, a concessionária Águas de Niterói realizou expressivos investimentos na prestação dos serviços de distribuição de água potável e coleta e tratamento de esgoto sanitário. Destacamos os investimentos realizados no sistema de distribuição de água para ampliação do monitoramento e combate à perda; no esgotamento sanitário destacamos a expansão do sistema de coleta nas Bacias de Sapê e Badu, além da automação das etapas de tratamento da ETE Jurujuba”, disse o coordenador de Sustentabilidade da concessionária Águas de Niterói, Halphy Rodrigues.

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.