Niterói sediará competição de barcos movidos a energia solar
Publicação: 07/03/2022
Categorias: Curiosidades
Autor: Quero Morar em Niterói

A Prefeitura de Niterói e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (NIDES) da UFRJ vão realizar entre os dias 16 e 22 de março uma competição com barcos movidos a energia solar na enseada de São Francisco. O evento é mais uma etapa do Desafio Solar Brasil (DSB), projeto de extensão da Universidade Federal do Rio de Janeiro que reúne estudantes, técnicos e professores em equipes de todo o país, a bordo dos seus protótipos de embarcações movidas a energia solar. Os barcos são construídos especificamente para essa competição, que terá como ponto de concentração a praça do Radioamador. Segundo os organizadores, 15 equipes estarão competindo para descobrir quem tem o melhor desempenho e domínio sobre a montagem e construção de embarcações movidas a energia solar, estratégias de competição, organização e gerenciamento energético.

“É um orgulho para Niterói sediar o Desafio Solar Brasil, um importante evento que reúne dois eixos fundamentais para a sustentabilidade, o incentivo ao esporte e a utilização de energia solar em embarcações de serviço, lazer e transporte de passageiros. Em nossa cidade, contribuir para a mitigação das mudanças climáticas é uma prioridade. Iniciativas como esta têm nosso total apoio”, destacou o prefeito Axel Grael.

O secretário municipal do Clima, Luciano Paez, afirma que o Desafio Solar Brasil é um evento que conecta ciência, educação, cultura e esporte dentro de uma proposta de sensibilização às fontes de energia limpas e sustentáveis:

“Incentivar e qualificar os estudantes envolvidos diretamente, além do público em geral que poderá participar nestes dias das diversas atividades paralelas, é um dos grandes objetivos para soluções de mobilidade e práticas cotidianas de baixo carbono”, avaliou Paez.

A competição prevê uma prova pela manhã e uma prova no período da tarde durante toda semana. O público poderá visitar a área do paddock e conhecer de perto as embarcações, além de participar de atividades de extensão, palestras e exposição de vídeos que ocorrerão em paralelo com as provas.

O encerramento do evento acontece no Dia Mundial da Água. Esta data não foi escolhida por acaso.Segundo os organizadores, é uma forma  de “demonstrar que sempre existem alternativas para aproveitar o mar sem poluir o meio ambiente”.

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.